quarta-feira, abril 27, 2005

Gabriel García Márquez, Cem Anos de Solidão, 1967

(0082)
cem anos de solidao.jpg
Acabando de assistir a uma fantástica e sentida entrevista do Senhor Embaixador da Colômbia no nosso país, amigo pessoal de Gabo, lembrei-me desta passagem, sempre actual, da obra prima do Mestre, quando a páginas tantas, o coronel Aureliano Buendía, enquanto aguarda a hora de se colocar diante do pelotão de fuzilamento, inicia este diálogo:

" - Diz-me uma coisa, compadre: porque lutas?- Porque tem de ser, compadre - respondeu o coronel Gerineldo Márquez. - Pelo grande Partido Liberal. - Que sorte tens em sabê-lo - respondeu ele. - Eu, pela parte que me toca, só agora me apercebo que luto por orgulho. - Isso é mau - disse o coronel Gerineldo Márquez. O coronel Aureliano Buendía ficou divertido com o seu sobressalto. "Naturalmente", disse. "Mas em todo o caso é melhor isso do que não saber por que se luta." Olhou-o nos olhos e acrescentou a sorrir: - Ou lutar como tu, por uma coisa que não significa nada para ninguém.

1 Comentários:

At abril 18, 2012 4:00 da tarde, Anonymous pedreiros comentou...

ar condicionado para veiculos | reformas em geral | reformas de apartamento | ar condicionado automotivo | reforma de casas | pedreiros | pintura predial e residencial | centro automotivo | oficina mecanica | criacao de sites | site painel administrativo | ar condicionado automotivo | reforma de casas | pedreiros | chocolate trufas | centro automotivo | oficina mecanica | criacao de sites | ar condicionado para veiculos | reformas em geral | reformas de apartamento | ar condicionado automotivo | reforma de casas | pedreiros | pintura predial e residencial | centro automotivo | oficina mecanica | criacao de sites | site painel administrativo | ar condicionado automotivo | reforma de casas | pedreiros | chocolate trufas | centro automotivo | oficina mecanica | criacao de sites

 

Enviar um comentário

Trackbacks:

Criar uma hiperligação

<< Início